Escolas Superiores Portais
ESEESAESTGESSESCEESDL MULTIMÉDIAINTERNACIONAL
Escola Superior de Educação
Escola Superior Agrária
Escola Superior de Tecnologia e Gestão
Escola Superior de Saúde
Escola Superior de Ciências Empresariais
Escola Superior de Desporto e Lazer
SASOTICEMPREGO
 
   
 

Programa Unidade Curricular

Curso
Unidade Curricular
Ano
Periodo
ECTS
Ano Letivo
Engenharia Civil e do Ambiente
Mecânica
1
S2
5
201920

 
T
TP
TC
P
PL
L
S
E
EC
O
OT
Horas de Contacto
0
21
0
0
27
0
0
0
0
0
0

Equipa Docente
Nome
Carga Letiva na UC
Responsável
Joana Maria Martins Rosa Maia de Oliveira Almeida
48

Resumo
Determinação das reações de estruturas isostáticas pelas equações de equilíbrio da estática e caracterização de secções em termos de Geometria de Massas.

Objetivos da Aprendizagem
1- Conhecer os fundamentos que regem o equilíbrio de um ponto material e do corpo rígido.

2- Analisar estruturas com as terminologias e classificações de acordo com as convenções habituais no âmbito da engenharia civil.
3- Calcular reacções em estruturas isostáticas.
4- Analisar sistemas articulados planos e determinar os esforços nas suas barras.
5- Caracterizar secções em termos de Geometria de Massas.

Conteudos Programáticos
Horas
1- 1. FUNDAMENTOS DA ESTÁTICA. Condições de equilíbrio de estruturas. Tipos de apoios de estruturas. Conceito de grau de liberdade. análise da estabilidade de estruturas. Estruturas Isostáticas, Hipostáticas e Hiperstáticas.
6
2- 2. CÁLCULO DE REAÇÕES EM ESTRUTURAS ISOSTÁTICAS. Cálculo de reações de estruturas isoestáticas simples. Cálculo de reações nos apoios e nas ligações de arcos de três rótulas, vigas Gerber e outras associações de corpos.
24
3- 3. SISTEMAS ARTICULADOS PLANOS. Análise de treliças e cálculo dos esforços axiais nas suas barras.
6
4- 4. GEOMETRIA DE MASSAS. Centros de gravidade. Momentos de inércia e produtos de inércia. Momentos de inércia polar. Transformações com alteração de eixos. Eixos principais de inércia. Momentos principais de inércia.
12

Metodologias de Ensino
Exposição dos conteúdos programáticos com apresentação de alguns exemplos práticos. Resolução de projetos de aplicação.

Avaliação
Tipologia de avaliação: Avaliação contínua
Assiduidade: A assiduidade não é obrigatória, mas os alunos que não poderem participar nas aulas devem combinar com o docente a forma como poderá ser ajustada a avaliação, tendo em atenção que têm que ser avaliadas idênticas competências.

A Classificação final (CF) será obtida a partir das avaliações das compo-nentes TP e PL da seguinte forma: CF=0,5x(TP)+0,5x(PL)

Durante o Período Letivo:
- Avaliação da componente TP: Prova individual escrita de carácter teórico-prático.
- Avaliação da componente PL: Desenvolvimento de projetos de aplicação dos temas abordados nas horas de contacto, com apresentações e/ou entregas parcelares (avaliação continuada da prestação individual do aluno, valorizando o do-mínio da matéria; o empenho, o cumprimentos dos prazos, o sentido crítico e a capacidade de comunicação técnica)

Época normal e de recurso:
- Avaliação da componente TP:Exame final.
- Avaliação da componente PL: Prova oral que deve tender a avaliar os mesmos aspetos definidos para a avaliação durante o período letivo.

Bibliografia Principal
- Beer, Ferdinand Pierre ; Johnston, E. Russel - Mecânica vectorial para engenheiros. 3ª ed.. São Paulo : McGraw-Hill, cop. 1980. v.. ISBN 0-07-450030-9
- Meriam, J. L. ; Kraige, L.G. - Engineering mechanics. New York, cop. 1993. ISBN 0-471-59272-2 (vol. 1). ISBN 0-471-59273-3 (vol.2)

Bibliografia Complementar
- Farinha, J. S. Brazäo ; Reis, A. Correia - Tabelas técnicas. Setúal : E.T.L., 1996. XXIII, 668 p.
 
 
 

Em destaque

EM AGENDA

D S T Q Q S S
 
 
 
 
1
 
2
 
3
 
4
 
5
 
6
 
7
 
8
 
9
 
10
 
11
 
12
 
13
 
14
 
15
 
16
 
17
 
18
 
19
 
20
 
21
 
22
 
23
 
24
 
25
 
26
 
27
 
28
 
29
 
30
 
31
 
Format: 2020-10-20
Format: 2020-10-20

Sem agenda para este dia.